O nosso sucesso e, em última análise, também o dos nossos clientes está intimamente ligado à competência e dedicação das pessoas que connosco trabalham.


A Nemus é uma empresa de capital humano que investe na captação dos melhores talentos e na sua constante formação e atualização. A sua estrutura assenta em equipas multidisciplinares capazes de conceber e implementar soluções à medida das necessidades dos clientes e que acrescentam valor às organizações.


_DSC6586_large_300

Pedro Bettencourt Correia
Administrador e Diretor Geral

Com mais de 30 anos de experiência, especialista em Avaliação de Impacte Ambiental e em Geologia Marinha e Costeira, é o líder da empresa, conhecido pela sua perseverança e convicção. Coordenou mais de 500 trabalhos nos domínios de Avaliação de Impacte Ambiental, Estudos e Projetos de Engenharia Costeira, Projetos de Requalificação Paisagística e Ambiental e Planos de Ordenamento do Território.

_DSC6650_300

Ana Otília Dias
Diretora Administrativa e Financeira

É responsável pela direção administrativa e financeira da empresa e coordena a área de suporte ao negócio. Sempre com uma atitude conciliadora e uma grande capacidade de trabalho, é incansável no apoio a todos os projetos em todos os momentos.Como especialista em economia, colabora ainda em estudos de avaliação de impacte ambiental, planos de ordenamento e projetos de ambiente.


A equipa da Nemus é multidisciplinar e muito dinâmica. Na Nemus trabalham lado a lado biólogos e engenheiros, arquitetos e arqueólogos, geógrafos e economistas, cientistas sociais e designers, especialistas em planeamento e geólogos, especialistas em recursos hídricos…

 Técnicos com idades e currículos muito diversos enriquecem esta equipa que se destaca pela sua experiência e flexibilidade. Multifacetada e extremamente qualificada, a equipa Nemus trabalha ativamente em três continentes (Europa, África e América do Sul).  As valências da equipa principal sedeada em Portugal são complementadas por uma rede de colaboradores internacionais, constituída e mantida segundo os mesmos padrões de exigência.

team7_web


Trabalhar na Nemus é ter a oportunidade de participar em grandes projetos em Portugal e no estrangeiro. É poder confrontar visões com especialistas em áreas muito diversas. É fazer parte de uma equipa de excelência. É muito mais.

Fomos ouvir o que dizem os nossos colegas dos escritórios de Lisboa e Brasil sobre o que é, afinal, trabalhar na Nemus. Leia abaixo alguns dos depoimentos na primeira pessoa.

Elisabete Teixeira

Elisabete Teixeira

Coordenadora de projetos / Arquiteta Paisagista

Qual o projeto que mais gostou?
O Projeto de Requalificação das Margens da Lagoa de Óbidos e da Concha de São Martinho do Porto foi muito importante para mim. Na altura tinha muito pouca experiência, não havia mais arquitetos paisagistas na Nemus e isso exigiu muito investimento da minha parte. Foi o projeto mais desafiante mas também o que mais gostei porque a sua construção permitiu ver concretizadas no terreno as aspirações de projeto, o que nem sempre acontece.

Quais alguns aspetos positivos do trabalho em equipa na Nemus?
Na Nemus são as pessoas que fazem a diferença. Não é o trabalho de equipa tal como ele é descrito nos manuais de gestão e de recursos humanos, mas sim uma colaboração flexível dos técnicos da equipa para que os objetivos dos trabalhos se concretizem com sucesso.

Como descreveria a Nemus em apenas 3 palavras?
Consultoria, Ambiente, Qualificação.

Especialista em planeamento e gestão do território e arquitetura paisagista, a Elisabete começou a trabalhar na Nemus em 1998. A experiência adquirida ao longo dos anos tem-se revelado muito importante na inovação e desenvolvimento da sustentabilidade nos diversos projetos em que participa. Com um currículo que inclui mais de 200 projetos em várias áreas, a Elisabete é prova da flexibilidade e persistência da Nemus.

Mateus Giffoni

Mateus Giffoni

Biólogo

Qual o impacto que sente que a Nemus tem no Brasil?
O Brasil possui dimensões continentais, grande diversidade de ecossistemas e extensa orla marítima. Um dos grandes desafios existentes aqui é conciliar crescimento económico com responsabilidade ambiental, por isso acredito que a presença da Nemus no Brasil é sinônimo de que estes desafios podem ser superados.

Quais são as suas primeiras impressões de trabalhar na Nemus?
Inicialmente, senti o peso da responsabilidade de trabalhar para uma empresa de prestígio internacional. O comprometimento da Nemus com a excelência na entrega de seus produtos, bem como a seriedade com a qual lida com os projetos em andamento, são pontos que me chamaram a atenção.

Como foi o primeiro contacto com os outros colegas?
O contato com os outros colegas foi bastante agradável. Quando entrei na empresa, cheguei a pensar que a comunicação entre Salvador e Lisboa seria um empecilho, mas estava completamente enganado. A equipa em Portugal foi bastante recetiva e disponível. Nem parecia que estávamos do outro lado do Atlântico.

Biólogo de formação, estudante de pós-graduação em Ecologia e Intervenções Ambientais e um dos novos membros da equipa Nemus Brasil, o Mateus conta com uma vasta experiência em sistemas agroecológicos e agroflorestais. Entre os seus hobbies destacam-se a agricultura orgânica urbana, a criação de abelhas sem ferrão e a produção de terrários artesanais.

João Fernandes

João Fernandes

Engenheiro do Ambiente / Especialista em SIG

Quais os projetos mais desafiantes que já enfrentou na Nemus?
Os Planos de Gestão de Bacias Hidrográficas (Alentejo, Algarve e Madeira) foram o conjunto de projetos mais desafiante tanto do ponto de vista técnico como do ponto de vista de gestão de projetos, ao integrar diversas especialidades técnicas numa lógica de gestão de informação e dados de elevada exigência. Todos estes aspetos permitiram tanto pessoal como coletivamente explorar novas áreas técnicas e reforçar competências.

O que significa para si “Empowering Sustainability”?
Empowering Sustainability é o papel que a Nemus se propõe a ter, de capacitadora e de especialista técnica nas mais diversas áreas, para permitir aos seus clientes alcançar soluções e projetos mais sustentáveis.

Quais os aspetos positivos do trabalho em equipa na Nemus?
É o trabalho em equipa na Nemus que permite conquistar os bons resultados que têm sido alcançados e dar resposta às solicitações cada vez mais exigentes e diversas que encontramos nos diferentes setores de atividade e geografias em que competimos.

Como especialista em engenharia do ambiente, exerce funções nos domínios do ambiente e da sustentabilidade, participando em projetos de ambiente, no planeamento e gestão de recursos hídricos, engenharia e infraestruturas e em avaliações ambientais. É ainda especialista em sistemas de informação geográfica (SIG) e na criação e gestão de bases de dados. Conhecido por manter a calma, mesmo em alturas de maior stress, é a sua capacidade de “pensar fora da caixa” e solucionar problemas que demonstra o dinamismo e flexibilidade deste jovem engenheiro.

Sofia Gomes

Sofia Gomes

Coordenadora de projetos / Arqueóloga

Como descreveria a Nemus em apenas 3 palavras?
Forte; dinâmica; expansionista.

Que desafios enfrentados ajudaram a empresa a crescer?
A crise que tem atravessado o país, definitivamente. A recessão económica que teve origem em 2008 forçou a empresa a sair da sua área de conforto e a arriscar ainda mais internacionalmente.

Quais os aspetos positivos do trabalho em equipa na Nemus?
O debate de ideias onde a argumentação e contra-argumentação permite criar uma nova perspectiva e criar novas soluções para o trabalho a desenvolver. Trabalhar em equipa permite um maior aproveitamento dos talentos de cada um incutindo uma maior criatividade ao serviço do projeto.

Do seu ponto de vista, o que imprime dinamismo à Nemus?
Uma chefia que não desiste de procurar novos desafios apoiada numa equipa que está sempre pronta a dar o seu melhor.

É responsável pelos estudos e projetos de arqueologia, participando ainda, como arqueóloga, em projetos de avaliação, recuperação e requalificação ambiental e valorização paisagística. Com dois livros já publicados em co-autoria, a Sofia é uma das pessoas mais experientes da Nemus e tem simultaneamente um dos espíritos mais jovens da equipa.

Gonçalo Dumas

Gonçalo Dumas

Arquiteto / Especialista em SIG

Como descreveria a Nemus em apenas 3 palavras?
Jovem, Dinâmica, Competente.

O que acha dos trabalhos efetuados pela Nemus?
Na Nemus todos os projetos são únicos, exigindo da nossa parte dedicação renovada a cada etapa, retribuindo com experiências enriquecedoras, que contribuem para que não existam dias monótonos.

Quais são alguns dos seus interesses pessoais?
A arquitetura e o seu papel fundamental no futuro das nossas cidades, bem como métodos de construção high-tech e sustentáveis.

Enquanto especialista em sistemas de informação geográfica e desenho técnico, o Gonçalo colabora na obtenção, manipulação, cruzamento e integração de informação espacial e elabora cartografia especializada. Com a Nemus desde 1999, é um elemento fundamental da equipa. Licenciado em Ciências da Arquitetura, o Gonçalo é conhecido pelos colegas como um perfeccionista incansável, com ótimo sentido estético e engenhoso.

Sara de Sousa

Sara de Sousa

Coordenadora de projetos / Bióloga

Qual o trabalho mais desafiante que já enfrentou e porquê?
Os trabalhos que não têm uma receita de elaboração definida, os “pedidos especiais” são os mais desafiantes. A fase inicial é sempre um momento de grande expectativa e entusiasmo, com tudo por definir. Fazem-me lembrar as reuniões de preparação das expedições de alpinismo, em que ainda está tudo em aberto: sabemos onde queremos chegar mas falta definir o como, com quem e com que meios. Para mim, o Estudo de movimentos de avifauna no Novo Aeroporto de Lisboa (2009/2010) foi o mais desafiante. Foi o primeiro trabalho que coordenei na Nemus, com uma equipa numerosa de consultores externos, uma enorme pressão mediática, prazos muito apertados e uma exigência técnica muito elevada.

Quais os aspetos positivos do trabalho em equipa na Nemus?
A oportunidade de conhecer outras perspetivas e outras abordagens do mesmo assunto. Isso sobressai principalmente nos trabalhos de campo, em que cada especialista vê o terreno com os seus olhos e para mim é muito gratificante contactar com esta multiplicidade de olhares e métodos de trabalho. Outro aspeto positivo é o resultado da relação entre os colegas mais novos e os mais velhos, a convivência entre opiniões mais experientes por um lado e opiniões menos formatadas e mais abertas por outro. A heterogeneidade de idades e de níveis de experiência é uma das coisas melhores do trabalho em equipa da Nemus.

Especialista em botânica e biologia marinha, a Sara coordena a área de ecologia e biodiversidade. Do seu currículo consta a coordenação de vários estudos de ecologia em Portugal e no estrangeiro, assim como a participação em trabalhos com uma forte componente de comunicação. Tendo já trabalhado em projetos no Brasil, Moçambique, Malawi e Cabo Verde, é conhecida entre os colegas pelo seu empenho e profissionalismo mas também pelos vários hobbies que pratica, que incluem fotografia, mergulho, alpinismo, escalada e navegação náutica.

Sónia Alcobia

Sónia Alcobia

Coordenadora de projetos / Geóloga

O que significa para si “Empowering Sustainability”?
Contribuir para um futuro melhor.

Qual o projeto que mais gostou?
O Programa de Monitorização da Linha de costa durante a construção das obras dos Molhes do Douro, entre 2005 e 2008. Permitiu acompanhar a evolução de um troço costeiro dinâmico em que são conhecidos problemas de erosão e avaliar a relação entre a evolução deste e a implementação do projecto, confrontando os resultados com a avaliação feita no EIA.

Quais os seus hobbies?
Agricultura biológica, Chi-kung/Tai-Chi Fan, viajar de férias, teatro, música e concertos.

Especialista em áreas marinhas e costeiras, com intervenção nos domínios da geologia, geomorfologia, geotecnia, hidrogeologia, dinâmica e evolução da linha de costa, avaliação da estabilidade de arribas, avaliação e gestão de sedimentos contaminados. Sempre muito expressiva e energética, a Sónia trabalha na Nemus desde 1999 e já participou em mais de 200 projetos, abrangendo três continentes diferentes.

Nuno Silva

Nuno Silva

Coordenador de projetos / Engenheiro do Ambiente

Do seu ponto de vista, o que imprime dinamismo à Nemus?
O foco na qualidade e rigor, desde sempre e independentemente do trabalho em causa. Isso é fruto de uma equipa de pessoas qualificadas, mas principalmente da extrema atenção das mesmas a esses dois aspetos essenciais, desde o início da empresa. E isso tornou-se uma cultura da empresa, capaz de influenciar quem entra e quem contrata. Esses serão para mim os ativos mais valiosos da empresa.

O que acha da presença internacional da Nemus?
A evolução da presença internacional tem sido de facto assinalável. Conseguimos rapidamente, mas com muito esforço, tornar as desvantagens iniciais em vantagens duradouras, a julgar pela consolidação de clientes e trabalhos que tem existido nesses mercados. Um dos fatores de êxito, na minha opinião, é a abordagem com base nos valores já referidos: a qualidade, o rigor e o aprofundamento técnico do trabalho desenvolvido por parte da equipa. O fazer bem sempre tem retorno e sustentabilidade (e muita visibilidade nos mercados emergentes).

Quais as vantagens de trabalhar fora de Portugal?
Fora de Portugal temos de lidar com outras realidades que não são as nossas e aprender a navegar em redes institucionais e socioculturais bastante diferentes. Por outro lado, os horizontes são mais amplos, a escala de trabalho é muito maior, aprendemos a ter de pensar diferente e a ter outra sensibilidade, nomeadamente na esfera social, o que é muito interessante. Os portugueses têm facilidade em se movimentar noutras culturas e uma grande tenacidade, pelo que conseguem concretizar os seus objetivos com sucesso e reconhecimento, mesmo que contra ventos e marés!

Como especialista em engenharia do ambiente e um dos membros mais experientes da equipa, o Nuno é conhecido pelo seu rigor, perseverança e atenção aos detalhes. Coordena a área de ambiente, na qual intervém também como técnico especializado nos domínios do ruído, qualidade do ar, recursos hídricos e contaminação de sedimentos.