MacroZEE da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, Brasil

A NEMUS vai dar início a um novo projeto no Brasil, que será desenvolvido para o Ministério do Meio Ambiente, nomeadamente para a Secretaria de Recursos Hídricos e Qualidade Ambiental. Trata-se de um projeto que visa a elaboração do prognóstico e dos subsídios à implementação do Macrozoneamento Ecológico-Económico (MacroZEE) da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, a maior bacia inteiramente do Brasil, com 641,000 km², que abrange 7 federações e está dividida em 4 regiões fisiográficas.

O projeto, que terá a duração de 18 meses, compreende a elaboração de uma análise estratégica da Bacia Hidrográfica, a construção de cenários prospetivos tendenciais e alternativos nos horizontes de 2027 e 2040, uma proposta de zoneamento e estabelecimento de diretrizes de uso e ocupação do território, e ainda, de um plano de ação das diretrizes e indicadores de monitoramento e avaliação da implementação do MacroZEE.

Para além da estruturação de um Banco de Dados Geográficos, de um catálogo de metadados e um atlas digital interativo, o trabalho englobará também o planeamento de 7 oficinas participativas e 12 mesas de diálogo com os diversos atores e instituições estratégicas representativos de todas as regiões fisiográficas, com o objetivo de apresentar e discutir os cenários prospetivos e propostas de gestão para esta importante Bacia Hidrográfica.

Financiado pelo Banco Mundial, este é já o 2º projeto elaborado pela NEMUS nesta vasta Bacia Hidrográfica, que precede o Plano de Recursos Hídricos da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (2016-2025), aprovado pelos 62 membros do Comitê desta Bacia em Setembro de 2016.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *