Novo Projeto da Nemus no Ruanda: Reabilitação das Zonas Húmidas na Cidade de Kigali – Sub-bacias de Gikondo e Nyabugogo

A Nemus atingiu recentemente um novo patamar no seu processo de internacionalização, com a atribuição de um novo projeto no “país das mil colinas”, o Ruanda. Com finalização marcada para o final de outubro, o primeiro projeto da Nemus no Ruanda está a ser desenvolvido para a REMA (Rwanda Environment Management Authority), Autoridade de Gestão Ambiental do Ruanda, e compreende planos de gestão detalhados para a recuperação das zonas húmidas da capital Kigali.

Trata-se de uma área com mais de 500ha que inclui as zonas húmidas de Gikondo e Nyabugogo, que são zonas com uma significativa degradação do solo, da vegetação e dos recursos hídricos devido a crescente ocupação por indústrias, áreas de agricultura intrusiva e áreas habitacionais.

Sendo zonas frequentemente aproveitadas para finalidades diversas, nomeadamente drenadas pela agricultura e gado, utilizadas como reservas de água para uso doméstico ou como fontes de abastecimento de água para os cursos de água a jusante, fundamental em épocas de seca, torna-se clara a importância de colmatar os efeitos desta ameaça com impactos não apenas ao nível ambiental, como da saúde humana.

O projeto, que é financiado pelo Banco Mundial, inclui uma revisão das políticas e legislações nacionais mais relevantes, uma avaliação social da área de estudo com o objetivo de se enquadrar o uso da área pelas comunidades envolventes, a ponderação de opções de restauro e de desenvolvimento baseadas numa análise custo-benefício e nas considerações de todas as partes interessadas, e a elaboração de planos detalhados de restauro e de desenvolvimento das zonas húmidas com o objetivo de restaurar o funcionamento ecológico do complexo de zonas húmidas de Gikondo e Nyabugogo.

Para além de providenciar um plano de reabilitação física e biológica das zonas húmidas, que permitirá que essas áreas recuperem os seus relevantes papéis ecológicos e hidrológicos sob uma gestão sustentável, o trabalho engloba também a realização de um curso de formação de apresentação e debate com vários módulos teórico-práticos, visitas de campo e um workshop sobre o plano geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *