2015 – O Ano Internacional dos Solos

A Assembleia Geral das Nações Unidas, na sua 68ª Sessão, declarou o dia 5 de dezembro como Dia Mundial do Solo e 2015 como o Ano Internacional dos Solos.

O principal objetivo desta iniciativa é divulgar o papel fundamental que o solo desempenha na segurança alimentar, na adaptação e mitigação das mudanças climáticas, nos serviços essenciais dos ecossistemas, na redução da pobreza e no desenvolvimento sustentável; no fundo alertar para a profunda importância do solo para a vida humana e promover e apoiar iniciativas que visem uma gestão sustentável do solo.

Os solos estão atualmente em perigo devido à expansão das cidades, ao desmatamento, a práticas não sustentáveis de uso e gestão da terra, à poluição, ao pastoreio excessivo e às alterações climáticas. A taxa atual de degradação do solo ameaça a capacidade de responder às necessidades das futuras gerações. A promoção da gestão sustentável dos solos e das terras é fundamental para garantir a produtividade do sistema alimentar, melhorar a vida rural e garantir um ambiente saudável.

Nos diversos projetos e estudos efetuados pela Nemus ao longo dos anos, os solos foram frequentemente importantes alvos de estudo do ponto de vista da sua qualidade ambiental, características físicas, riscos de erosão, contaminação, uso e gestão. A adequada utilização e proteção dos solos é, e sempre foi, uma das maiores preocupações da Nemus em todos os trabalhos que realiza. De entre os projetos com uma forte componente de intervenção nos solos, destacam-se alguns exemplos como o EIA da Rede Primária do Subsistema de Rega da Ardila e o EPIA dos Subsistemas do Alqueva, que incluíram avaliações dos impactos da transformação do uso dos solos e propostas de medidas de gestão e uso sustentável dos mesmos.

Mais recentemente, para os Estudos Ambientais para a Implantação do Sistema de Travessia Salvador/Ilha de Itaparica sobre a Baía de Todos os Santos no Brasil, foram efetuadas várias recolhas de solos de modo a estudar a sua qualidade ambiental e averiguar a potencial contaminação de aquíferos através dos mesmos. De salientar também o contributo da Nemus no estudo de avaliação da contaminação de solos e as respetivas medidas de minimização e gestão propostas no âmbito do Concurso Público para a Empreitada de Concepção/Construção do IC 17 CRIL – sublanço Buraca – Pontinha. Neste último caso procedeu-se à avaliação do grau de contaminação dos solos de um conjunto de locais identificados como potencialmente contaminados (incluindo de uma antiga bomba de gasolina, de um estaleiro e de uma zona de bairro degradado) e à proposta do adequado destino final dos solos contaminados.

 

Para mais informações sobre o Ano Internacional dos Solos, consulte o site oficial aqui.

Calendário de eventos oficial: http://www.fao.org/soils-2015/events/en/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.