Ampliação do Porto de Sines já tem Estudo de Impacte Ambiental concluído

A Nemus, em consórcio com a Hidromod, entregou recentemente o relatório do Estudo de Impacte Ambiental relativo à expansão do porto de Sines.

Este projeto de expansão, a executar em duas fases, até 2023, inclui trabalhos de regularização do leito rochoso, aterros, pavimentação e a construção de infraestruturas e superestruturas, como o aumento do cais de acostagem de 940 m para 1.800 m, a ampliação do molhe leste de proteção marítima de 1.500 m para 2.500 m e o aumento da área do parque de contentores de 34 ha para 95 ha.

Localizado na costa oeste de Portugal, o porto de Sines é o primeiro porto nacional em movimentação de carga (cerca de 29 milhões de T em 2012, equivalentes a 553 mil TEU). É um complexo portuário de águas profundas aberto ao mar, sem canais nem barra, de fundo rochoso, que possui atualmente 5 terminais especializados e 2 portos interiores.

A sua localização, em linha com as grandes rotas transatlânticas e no eixo de ligação das rotas Norte-Sul, e as suas características físicas privilegiadas, fazem deste porto um dos mais promissores a nível europeu.

Para responder às tendências comerciais globais, o porto de Sines pretende aumentar a capacidade do terminal de contentores – Terminal XXI – para 3 milhões de TEU por ano, o que irá posicioná-lo como um dos principais portos de contentores da península ibérica. As intervenções previstas permitirão igualmente capacitar o porto para receber os maiores navios do mundo: os futuros porta-contentores gigantes da classe super-post panamax ou Triple E (que motivaram as atuais intervenções no canal do Panamá), com capacidade para 18.000 TEU.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.