Projeto de Impactos Cumulativos arranca em Moçambique

A NEMUS ganhou mais um projeto em Moçambique financiado pelo Banco Mundial. O projeto implica a avaliação dos Impactos Cumulativos da Indústria Extrativa na Província de Tete, para o Ministério de Recursos Minerais e Energia de Moçambique (MIREME), através do seu Projeto de Assistência Técnica à Mineração e Gás Natural (MAGTAP).

Os principais objetivos do projeto englobam a avaliação dos efeitos e impactos cumulativos dos projetos extrativos existentes e previstos na Província, tendo em consideração fatores ambientais e sociais específicos, e a formulação de recomendações para medidas de gestão e monitorização dos impactos, de modo a melhorar o futuro planeamento e desenvolvimento sustentável da região.

A NEMUS vai focar a avaliação dos fatores ambientais e sociais nos seguintes elementos: emprego, restrições de uso do solo, serviços públicos, vegetação, fauna terrestre, qualidade dos recursos hídricos superficiais, qualidade dos recursos hídricos subterrâneos e qualidade do ar. A participação da comunidade local tem, como sempre, uma importância muito elevada neste tipo de análise e, como tal, a NEMUS irá assegurar a existência de workshops com atores-chave e membros da comunidade relevantes, consultas públicas locais, reuniões e seminários.

Com a finalização desta avaliação, a NEMUS estará a aproximar-se do seu trigésimo projeto no país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.