Nemus vence dois concursos internacionais para programa da SADC de redução de risco de desastres

A Nemus ganhou, em concurso internacional, dois projetos para a SADC (Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral), no âmbito do Programa “Criação de Resiliência em relação a Desastres Naturais nas Regiões, Países e Comunidades da África Subsaariana”, financiado pela ACP-EU (Cooperação para o desenvolvimento entre a União Europeia e os países do Grupo de África, Caraíbas e Pacífico). Os projetos inserem-se na área de atuação Nº 2 do Programa, cuja implementação é da responsabilidade do Banco Mundial/ GFDRR.

Ambos os projetos contribuem para o objetivo geral de reforçar a coordenação e capacidade de assessoria da SADC no que diz respeito às políticas de redução de risco de desastres (DRR). Um dos projetos centra-se na revisão das políticas e quadros legislativos estratégicos de DRR dos Estados-Membros da SADC, nomeadamente tendo em consideração o alinhamento com as políticas do Quadro de Sendai. Este projeto inclui a realização de “peer reviews” (avaliação pelos pares) a nível nacional para a partilha de experiências adquiridas e criação de conhecimento. O segundo projeto passa pela integração de mapas de risco num sistema regional de gestão de informação da SADC, por assegurar a interoperabilidade e fluxo de informação na região da SADC, bem como pela sua disseminação nos Estados Membros.

A SADC é constituída por 16 Estados-Membros: Angola, África do Sul, Botsuana, Comores, Essuatíni, Lesoto, Madagáscar, Malawi, Maurícias, Moçambique, Namíbia, Républica Democrática do Congo, Seicheles, Tanzânia, Zâmbia e Zimbabwe. A realização destes projetos irá envolver, dentro de um determinado espectro, a colaboração com cada um dos Estados-Membros da SADC, sendo, por isso, uma ótima oportunidade para a Nemus intensificar o seu conhecimento sobre esta região. Por outro lado, comprova a capacidade já adquirida pela Nemus para trabalhar no contexto da África Subsariana, aqui reconhecida por diferentes instituições internacionais para o desenvolvimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.